3/365 - No buy, zero waste, veganismo e eu com tudo isso

12:33

Nos últimos tempos, consegui ficar ainda mais estranha do que já era, para desespero de todos aqueles que convivem comigo. Isso se deu porque me deparei com um "movimento" que, finalmente!, deu nome e voz àquele sentimento que me consumiu a vida inteira: o Zero Waste. Ou "lixo zero", em bom português.

Apesar de não ter encontrado nada parecido (até agora) em terras tupiniquins, esse movimento veio para concluir a pirâmide da minha loucura: minimalismo, veganismo e zero waste. Essa tríplice aliança têm se traduzido em minha vida como um desejo profundo de possuir menos, consumir produtos naturais e produzir o mínimo de lixo possível.
Brincadeiras à parte, estou me referindo a isso como "loucura" porque conseguir realizar esse feito por aqui exige uma dose de determinação enorme, além de muita paciência. Ah, e tem que assumir o título de chata também, porque para as pessoas comuns, é isso que você está se tornando! Anyway, esses foram os meus avanços nos últimos tempos:

Troquei o absorvente descartável pelo coletor menstrual. 
Já falei sobre isso por aqui, mas vale sempre trazer o assunto de volta à tona: amo meu coletor menstrual. Outro dia acabei me esquecendo dele em casa e tive que usar um absorvente descartável. Juro que me senti permanentemente incomodada, enojada e desconfortável. Acho incrível como um simples acessório pode mudar toda a sua relação com o seu corpo. Manipular um absorvente usado é muito desagradável, ao passo que sempre que retiro o coletor para limpá-lo, dou uma checada no meu "material" para ter uma ideia de como as coisas andam comigo. Hoje, me sinto feliz de verdade com esse novo relacionamento que tenho com a minha própria intimidade, e isso não tem preço!
Estou agora estudando a possibilidade de colocar um DIU, para parar com o anticoncepcional e assim parar de ficar produzindo esse lixo inútil que são as embalagens de remédio por aqui (já não estava na hora de cortarmos pela metade a quantidade de embalagens que usamos na vida?).
O meu é da Holy Cup e acho que paguei R$80,00, mas no Mercado Livre existem opções mais baratas. Tive alguns probleminhas de comunicação com a loja, e acabei com dois coletores ao invés de um, mas recomendo o produto, apesar disso.

Troquei o desodorante convencional pela pedra alumen. 
Nos últimos meses antes de efetivamente realizar a troca, comecei a ter alergias e outros problemas com os desodorantes convencionais. A princípio, troquei pelo bicarbonato de sódio, mas este também me causou alergia depois de umas semanas de uso contínuo. Comprei minha pedra em uma loja vegetariana/vegana na Galeria do Rock, em São Paulo, mas sei que tem no Mercado Livre (pesquisando por pedra hume você encontra as da marca Rapozo) e também na loja do Vista-se. Existe uma polêmica a respeito do uso dessa pedra (se o alumínio é absorvido pelo organismo ou não) que, sinceramente, não me interessa nem um pouco. Eu usei e descobri um produto que finalmente me impede de ficar fedida e ardida de alergia, além de ter feito tanto sucesso com meu namorado que ele está planejando comprar uma para ele também.
Uma pedra dessas dura mais de um ano facilmente, além de aguentar tranquilamente o dia inteiro, incluindo a academia, sem necessidade de ser "reaplicada" (a aplicação é simples, é só passá-la na pele das axilas enquanto elas ainda estão molhadas do banho). Em viagens, continuo usando o bicarbonato, por ser barato e fácil de encontrar, caso seja necessário.
Paguei R$37 na minha pedra, e ela veio em um saquinho de tecido reciclado (nada que justifique o preço tão acima do normal, mas como não achei em lugar nenhum na época, acabei pagando tudo isso mesmo).

Troquei o shampo convencional pelo em barra. 
Foi, na verdade, uma das últimas compras que fiz antes do ano sem compras começar, e já posso dizer que foi uma escolha muito feliz! Optei pelos produtos da Saboaria Sementes de Gaia, pois a grande maioria é vegana. Dizem que o shampo em barra dura 1 ano, às vezes até mais tempo. Isso eu ainda não sei dizer, mas já percebi que ele limpa muito mais do que o convenional! Estou usando o shampo de brilho (feito de cerveja!) e juro que não me lembro de ter visto meu cabelo natural (não tingido) com uma carinha tão saudável antes. Para usar é muito simples: você corta um pedacinho e deixa apenas esse no banheiro, esfregando no cabelo até fazer espuma. Depois que acabar, você passa para o próximo pedacinho e por aí vai! Eu achei o máximo, porque também posso fazer a propaganda e ainda dar um pedacinho para quem se interessar muito (sou dessas que quer salvar o mundo uma cabeça de cada vez). O condicionador, por assim dizer, tenho usado dos cremes de amostra que vem na tinta que minha mãe usa, colocando o conteúdo dos sachês em um pote de um outro creme que já acabou. Quando terminar, vou testar uma receita de condicionador a base de vinagre de maçã, que veio junto com os shampos em barra (leia aqui se ficou interessado!).
Ah, um adendo é que, pelo menos o shampo que escolhi, tem um cheiro bem marcante de alecrim. Particularmente eu adoro, acho que dá uma limpada nas energias, mas pode não ser muito a sua praia. No site tem as receitas então você consegue ter uma noção do cheiro que provavelmente a barra terá (e tem uma opção sem cheiro!).
Paguei R$23,90 pela barra de shampo (comprei o de brilho para mim, um fortalecedor de presente do dia dos Pais e minha amiga comprou um de argan).

Troquei o esfoliante tradicional pelo esfoliante em barrra. 
Também da saboaria Sementes de Gaia, escolhi o esfoliante de Argan e Lama Vulcânica. Além de ser natureba e vegano, não tem embalagem e funciona da mesma maneira que o shampo: você corta e vai usando pedacinho por pedacinho. Eu sou viciada em usar esfoliante no rosto durante o banho, e costumava comprar na farmácia os L'Oréal da vida, mas pirava só de pensar naquela química, naquela embalagem e no fato deles testarem em animais. Agora estou com a consciência um pouquinho mais tranquila, mas ainda não 100%: tenho planos de substituir meu removedor de maquiagem por óleo de coco também, mas por enquanto estou usando esse sabonete para remover o "grosso" durante o banho e o demaquilante para o resto (também continuo usando algodão porque ainda tenho alguns disquinhos em casa, mas pretendo substituir por pequenos pedaços de pano).
Paguei R$17,40 pela barra.

E o que tudo isso tem a ver com o meu ano sem compras? Essas são algumas das muitas coisas que não precisarei comprar pelo próximo (ou próximos) ano! :) Gostou da ideia do Zero Waste? Dá uma lida nesse artigo sobre consumo consciente de plástico com 16 dicas bacanas sobre como reduzir a produção de lixo.

17 comentários

  1. Tati, nunca tinha ouvido falar em shampoo em barra. Achei muito bacana. Ideal pra levar em viagem, logo pensei. =D Vc sabe se na composição tem sulfato? É que sigo a técnica low poo. No site fala apenas dos óleos e sementes, fiquei na dúvida. Se bem que nem vai dar pra eu comprar no site que vc indicou pq o frete pra BH é mais caro que o shampoo. kkkkkkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hélida, não tem sulfato, parabenos etc, são na verdade próprios para quem está fazendo o low/no poo!! Se você não achar por aí procurar alguém para rachar o frete, o que você acha? Como eles não são da capital para mim ficou um valor alto também, mas minha amiga pagou um pouco e fechamos assim!! Eu estou amando!!
      Beijos!

      Excluir
    2. Ai que maravilha, Tati! Vou ver se acho no Mercado Central aqui de Belo Horizonte. Mas se não achar vou ver se consigo alguém pra rachar o frete. Bjs.

      Excluir
  2. Ja tentou usar o leite de magnésia como desodorante? Coloco nu borrifador (bom) e passo depois do banho ,tenho gostado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, nunca tentei usar, mas é uma ideia, caso um dia fique sem a opção da pedra! Obrigada pela dica!!

      Excluir
  3. Olá, Tatiana! Conheci recentemente o blog e estou gostando bastante das dicas que você deixa aqui. Essa do shampoo em barra foi ótima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Christina, fico feliz que você gostou!! :D Adoro compartilhar esses achados com vocês!
      Beijos e volte sempre!

      Excluir
  4. Oii!

    Gente amei seu texto e principalmente a dica do desodorante, vou testar! Acabei de entrar nos sites sitados, sempre fico pasma com a quantidade de lixo que eu faço em casa, fica cada vez mais! É bizarro, é uma bala que tem a embalagem, outra embalagem menor e assim vai, um terror!

    Sobre o coletor menstrual, ando procurando inúmeros textos explicativos, estou ensaiando a compra dele!!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Drevys, eu mesma ensaiei por quase um ano e mesmo depois de comprá-lo ainda fiquei uns meses sem usar. Depois que você começa não quer mais parar, te garanto! Compra um e não vai se arrepender!
      Beijos!!;)

      Excluir
  5. Que linda Tate!!! Parabéns!
    Espero os vídeos porque tenho preguiça de ler :*

    /Carolina Ujissato

    ResponderExcluir
  6. Adorei as ideias.
    São varias atitudes que se tomadas por nós ajuda muito o meio ambiente e o bolso tambem.
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São sim Janaina, ideias simples porém desconhecidas! Quem sabe um dia mais pessoas terão essa consciência também!! ;)
      Beijos!

      Excluir
  7. Já li vários posts sobre coletor menstrual e confesso que fico curiosa. Não sei se me adaptaria, penso bastante em como faria durante o trabalho sabe? Mas quem sabe mais pra frente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa, entendo perfeitamente! Eu também tinha essa preocupação mas como podemos usar o coletor por até 12h, eu o troco duas vezes por dia: uma ao acordar e outra ao chegar em casa do trabalho. Hoje, depois de um ano de prática, já consigo inclusive trocá-lo sentada no vaso. É que com o tempo você começa a entender um pouquinho mais sobre a sua formação anatomica e entende melhor como fazer o coletor descer ou subir pelo canal, com as contrações musculares. Outra coisa importante de se dizer é que nós não temos um fluxo assim tão intenso quanto pensamos ao usar o absorvente (o gel interno dá a impressão que estamos com uma hemorragia enorme!). Então dá para usar por um tempo longo sem maiores problemas: quando eu estudava trocava o coletor as 7h da manhã e a meia noite, que era o horário que estava em casa!
      Beijos!

      Excluir
  8. Oi! Eu tenho o DIU e já ouvi falar que o coletor pode fazer pressão e prejudicar. Eu acho que é balela hahaha O meu é o de cobre, coloquei por outros motivos, mas é ótimo! A única coisa que me impede de usar um coleto é o seguinte: saio de casa às 06:50 e volto 23:00. Imagina eu lavando ele em um banheiro que não o da minha casa? :( Se não fosse isso, eu já estaria usando!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu estou considerando muito usar o DIU. Não sei se realmente existe um problema, precisaria pesquisar a respeito... Mas com relação aos horários, acho que daria para usar tranquilamente durante esse período. Quando eu preciso trocá-lo na rua, vou em um banheiro limpo (confiável pelo menos) e levo uma garrafinha de água para limpá-lo. Depois que você pega o jeito de por e tirar, fica bem mais tranquilo!
      Besos!

      Excluir
  9. Ah, amei os shampoos em barra! Vou ver se experimento ♥

    ResponderExcluir

Não comente como Anônimo! Se você não possui uma conta para comentar, é só escolher a opção "Nome/URL" no campo "Comentar como" e colocar seu nome! :)